quarta-feira, 16 de julho de 2008

A hora de dormir...


Não consigo pôr a minha filha a dormir sozinha no quarto dela!
Tenho medo que se passe alguma coisa durante a noite ou que ela acorde e eu não a consiga ouvir, sei lá passa-me tanta coisa pela cabeça...
Por isso a Sara dorme no meu quarto, na caminha dela! Sei que daqui a uns tempos quando tiver de dormir no quartinho vai ser complicado, mas por enquanto prefiro tê-la no meu quarto e vê-la dormir muito sossegadinha ao lado da minha cama.

8 comentários:

Mar disse...

A Leonor também dorme no nosso quarto e vai continuar assim por mais algum tempo. Ficamos mais descansadas!

Beijinhos

Graça disse...

Compreendo perfeitamente!!!

Só o mês passado a mudei para o quarto dela. Embora sempre tenha dado boas noites, preferi assim :) :)

Bj ******

Cláudia, Pimpo & Pimpa disse...

O Pimpo tem 17 meses e também dorme no nosso quarto...

Bjs Cláudia

Pai Para Sempre disse...

Compreendo que é um descanso. A Sara vai ter muito tempo para dormir no quartinho dela e tudo vai correr bem.
Um abraço
Sérgio

Mia disse...

Preocupação de mãe...:))
Eu acho que nos primeiros dias nem vou dormir...quero usufruir cada segundo do meu pulguinha...só se for levada pelo cansaço;))

Bjs******************

Liana disse...

Pois, acho que as Mamas gostam dessa ligação.
É normal.

Beijo

aNa disse...

...vais ouvir SEMPRE.
Ainda ontem tive a prova disso!*
Pensava eu que não a ouvia se adormecesse, pois ontem adormeci "ferrada" na sala e ela estava no nosso quarto (ainda não a mudamos de quarto apesar de durante o dia já dormir algumas vezes na cama do quarto dela) e qual não é o meu espanto quando acordo com a Madalena a choramingar...baixinho. Já era hora de mamar outra vez!
Nunca pensei! Acho que quando ela for para o quarto dela definitivamente (em principio em setembro) vou ouvi-la sempre.
Preocupação de mãe!!
Há sempre os intercomunicadores!!

BEIJOS

Silver Surfer disse...

Para mim, como Pai, é ainda um desespero. Acordo no mínimo duas vezes por noite para ver se a minha beatriz está bem. A mãe, já habituada por duas vezes a estas andanças, nem liga. Agora eu tou sempre na aflição. Percebo-te muito bem!

http://superpai.blogspot.com